terça-feira, 22 de Julho de 2014

Outro Blog

Um Convite a passar no meu Blog em lingua Italiana

http://linguaggiosegretopiccolelenormand.blogspot.ch/


sábado, 19 de Julho de 2014

Carta n. 3, O Navio

Uma parte deste texto foi tirado do meu livro do Petit Lenormand traduzido em Portugues. Em breve nas livrarias!

Símbolo do comércio e das viagens desde as épocas mais longínquas, o Navio, na maioria das vezes, representa conquistas e deslocações de longa distância. O motivo e o destino da deslocação será revelado pela análise das cartas vizinhas.
A ou as cartas posicionadas atrás (popa do veleiro) da carta do Navio, mostram o ponto de partida (de onde se está a sair) e as motivações que levam a deslocar-se.
A ou as cartas que se encontram depois da carta do Navio (proa do veleiro), mostram o ponto de destino (Para onde se está a deslocar)
Quando a carta do Navio esta presente numa “leitura” assinala que algo na vida do Consulente ou na área em estudo vai mudar. Algo se aproxima ou se afasta? A resposta a esta pergunta será encontrada nas cartas vizinhas. Uma coisa é certa, algo de novo (bom ou mau) está prestes a entrar na vida do Consulente.
Representa também as “viagens” que se fazem ao profundo do nosso ser, a saudade nostálgica de alguém ou por alguém que se perdeu ou faleceu (as cartas em frente ao navio darão mais detalhes). Nesta situação, está-se predisposto a viver uma “maré” de emoções que podem arrastar a própria alma para um turbilhão de emoções, caindo num estado de melancolia, tristeza e depressão.
Quando a carta do Navio se encontra em contacto ou na vizinhança da carta do Consultante, anuncia que algum esta prestes a irromper na sua vida. É necessário prestar atenção às cartas que rodeiam a carta do Navio para saber do que se trata. O Navio trás novidades de grande porte na vida do Consulente. Anuncia uma viagem iminente para localidades distantes (pode também ser mediúnica), um cruzeiro ou exploração em lugares culturalmente diferentes. Naturalmente, antes de afirmar que tais novidades podem ser favoráveis, é aconselhável observar a/as cartas que estão ao redor da carta do Navio.
Se a carta do Navio se encontra distante da carta do Consulente, os eventos representados pelas cartas que rodeiam o Navio, serão lentos consequentemente de demorarão mais tempo a realizar-se.
A mudança representada pela carta do Navio, deve ser compreendida como uma mudança (um novo rumo) que provocará uma grande alteração na vida do Consulente. Esta mudança acontecerá em forma gradual e lenta. Quando combinada com a carta do Caixão (8) por exemplo, pode anunciar uma mudança radical na própria existência.
Um cliente meu, durante um longo período de tempo, em todas as suas consultas, surgia a carta O Navio (3). Esse facto despertou imediatamente a minha atenção, até que um dia essa veio acompanhada pela carta O Caixão (8). Pude concluir que a transformação / mudança que o Consulente estava a atravessar tinha chegado ao fim. Quando lhe comuniquei essa leitura a sua resposta foi afirmativa! Confidenciou-me que havia já algum tempo que se sujeitava a operações para mudança de sexo, que o percurso foi longo, com momentos mais fáceis do que outros mas que finalmente conseguiu atingir o seu objetivo. A sua mudança foi profunda e radical como podemos ver na combinação Navio (3) + Caixão (8) e que finalmente chegou ao fim.
A presença desta carta numa leitura pode também representar que o Consulente espera algo.


Por exemplo:
O Navio
As Corujas
Um telefonema.

O Navio
A Criança
Espera um filho.

O Navio
O Envelope
O Livro
Resultado de um concurso ou de uma prova.
Resultado de um exame clinico.
Caixa vinda pelo correio.


Pode ainda significar que o Consulente sente saudades, nostalgia de algo ou alguém. A carta que se encontra à sua frente pode dizer-nos do que se trata:

O Navio
A Casa
Saudades da família ou da sua pátria.

O Navio
O Anel
Saudades do marido ou da mulher.

O Navio
A Âncora
Saudades do trabalho.
E assim por diante.

Palavras-chave
Comercio, Importação e exportação, Expedição, Transação, Transferência (propriedade, etc.), Ação, Avanço, Movimento lento mais contínuo, Desenvolvimento gradual, Progresso, País estrangeiro, Exterior, Internacional, Deslocação de longa distância, Outras culturas (crenças, línguas, sabores), Turismo, Viagem (física, mental ou espiritual), Novos horizontes, Novas visões, Intercambio, Exploração, Curiosidade, Expansão, Gestação, Ventre materno, Saudades, Nostalgia, Desejos, Longa distância, Distanciamento, Afastamento, Partir, Separação, Movimento, Novas direções, Outro rumo.
Pessoa:
O Navio representa um estrangeiro ou estrangeira. Tenho observado, a tendência de muitos, em classificar a carta como representando uma pessoa de pele escura ou morena. O Navio como carta única, só pode identificar uma pessoa estrangeira ou de origem estrangeira (se a carta ao lado for A Árvore (5), identifica uma pessoa com ascendência estrangeira), nada mais! As cartas vizinhas, darão mais detalhes sobre as suas origens.

Por exemplo:
-  O Sol (31): originário de um país tropical, exótico ou do sul
-  As Estrelas (16): origem nórdica
-  Os Lírios (30): originário de um país frio
-  Os Peixes (34): origem mediterrânea ou em contacto com o oceano, mar, praia (já comprovei esta combinação para turistas também).
Também é possível identificar a cor da pele da pessoa:
-  O Caixão (8): representa uma pessoa de raça negra
-  O Sol (31), representa uma pessoa morena
-  Os Lírios (30): representa uma pessoa de raça branca
-  E assim por sucessivamente.
A carta do Navio perto da carta de um Consulente revela que este é estrangeiro ou tem origens estrangeiras (quando combinada com a carta da Árvore) ou que vem de uma cidade ou estado distante. Por exemplo:

O Navio
O Homem
Homem ou Consulente de origem estrangeira;

A Mulher
O Navio
Mulher ou Consultante de origem estrangeira.

Personalidade, carácter, atitude em relação a vida ou a situação investigada:
Pessoa de mentalidade aberta de personalidade curiosa que procura novos desafios e objetivos, ama viajar, entrar em contacto com culturas e lugares diferentes que contribuem para o seu próprio crescimento pessoal e espiritual.
Tem espirito de aventura e ama explorar todos os espaços/locais que o levem a viver momentos de liberdade e que acrescentem algo de novo à sua experiência de vida.
É possível que estas “viagens” de exploração interna ou externa levem o Consulente não só a mudar o seu modo de ver, sentir e viver a vida como também a mudar o próprio estilo de vida ao nível cultural, alimentar, religioso, musical e modo de vestir.
Na fase atual da sua vida, o Consulente está de olhos postos no futuro. Está “em alto mar” e como tal, durante a “travessia” entre o sonho, projeto, construção e realização, viverá tempestas e mares calmos.
Por vezes é emotivo e nostálgico.

Setor sentimental/ afetivo:
Numa leitura referente ao plano sentimental, a carta do Navio anuncia uma mudança que está a acontecer no interior de uma relação.
É necessário prestar atenção à posição desta carta numa leitura que relativa a uma relação (de qualquer tipo) porque pode estar a indicar que o casal ou as pessoas envolvidas podem encontrar-se fisicamente ou emocionalmente distantes. A carta que se encontra à frente da carta O Navio (3) fornecerá mais informações.

Combinações:

O Navio
O Cavaleiro
Veremos chegar alguém vindo de longe.
Provavelmente através do meio da internet (relação à distancia).

O Navio
O Coração
Pessoa amada estrangeira.
Desejos de viver um grande amor.

O Navio
O Anel
Casamento ou uma relação estável com uma pessoa estrangeira
Casamento ou uma relação estável com uma pessoa que reside distante do Consulente
Pessoa que se está a envolver-se lentamente numa relação.

O Anel
O Navio
Casal que está a distanciar-se (a carta à direita do Navio dará detalhes sobre o destino da relação)
Uma relação que está transformar-se, em mudança.

Setor profissional:
A carta O Navio (3) traz novas descobertas (pessoas, produtos, espaços) que abrirão novos horizontes profissionais. Hoje em dia, temos disponível a internet como meio de navegação onde podemos lançar os próprios produtos, adquirir novidades, procurar novos contactos de trabalho ou de parceria, etc.
A presença desta carta numa leitura relativa a uma situação profissional, caso o Consulente tem já tenha uma atividade profissional, anuncia que algo esta a mudar na empresa ou no local de trabalho. Poderá também significar que para chegar ao local de trabalho o Consulente tenha necessidade percorrer uma longa distância.
Caso o Consulente ainda não tenha atividade profissional e esteja à procura de uma oportunidade trabalho, significa que ainda terá de esperar algum tempo até que ela surja.
Uma negociação ou a realização de um projeto desenvolver-se-á de forma lenta.
Esta é a carta do comércio, das negociações com outros países ou cidades distantes.
Pode ser também que haja necessidade de fazer muitas viagens por motivos de trabalhado, de ter frequentes contactos (telefónicos ou por internet) com países estrangeiros ou com localidades distantes da cidade onde se trabalha.
Algumas vezes a carta representa uma pessoa que trabalha longe do seu país (emigrante). Contrariamente à carta da Cegonha (17) a emigração representada pelo Navio pode ser longa.

Profissões possíveis:
Profissões relacionadas com o mar, lagos e rios, importação-exportação, expedição para países estrangeiros (empresas internacionais), trabalhos relacionados com viagens e turismo tais como comerciante, negociante, Marinheiro, etc.
Setor financeiro:
Moeda, dinheiro estrangeiro, Herança, transação / transferência de dinheiro ou câmbio de moeda estrangeira.
Possível vantagem financeira através de negócios com países distantes (ou através da internet).

Setor da saúde:
Neste setor a carta representa os órgãos de desintoxicação: fígado, rins, pâncreas, vesicula biliar, bexiga, etc.
A carta aconselha a ter maior cuidado com o corpo e a alma.
Representa o campo da Medicina alternativa.


Combinação:

O Navio
A Cobra
Gastroenterite.

Veículos de transporte:
Meios de transportes públicos (comboio, metro, autocarro, barco, cruzeiro, batelão, mercantil), Transportes pesados (tractor, camião, viatura de bombeiros).

Objetos:
Vaso, Electrodomésticos, Moedas estrangeiras, Objectos tradicionais adquiridos durante as viagens, Replicas de veleiros ou barcos, Equipamentos e acessórios náuticos. 

Locais:
País estrangeiro, Exterior, Localidades geograficamente distantes da própria casa ou pátria, Mundo desconhecido do Consulente, Estacão de comboio, de autocarro, Zona naval ou turística, Localidades em contacto com água, mar, lagoas, rios, oceano, Continentes, Zona onde estão as instalações hidráulicas.

Combinação:

O Navio
A Casa
Apartamento ou casa no exterior.

Tempo:
Esperar o curso natural das coisas. Não tenha presa! A paciência é necessária neste período de tempo.
Tempo determinado: Periodo longo de tempo que pode variar dos 3 meses a 3 anos.


Mas, se numa leitura de cálculo do tempo surgir a combinação:

O Navio
O Trevo
O tempo de espera é curto
Viagem curta, breve.

Qual o papel desempenhado pela carta numa “leitura”?

Representa contactos com outras realidades (até mesmo pela internet), viagens de longa distância (estrangeiro ou cidades mais distantes); traz um contacto profundo com as próprias recordações, momentos nostálgicos; a mudança de uma vida para outra (novo rumo de vida).

Note e anote
1.   A ou as cartas posicionadas antes da carta O Navio (3) (popa do navio), identificam o ponto de partida (de onde se parte) e as motivações que originam a deslocação.
Carta à esquerda
Carta n. 3, O Navio
?
- Distanciamento;
- Afastamento;
- Viagem;
- etc. 
2.   A ou as cartas que se encontram depois da carta O Navio (3) (proa do navio), mostram o destino (para onde se desloca).
Carta n. 3, O Navio
Carta à direita
?
- Aproximação;
- Recordar um evento (representado pela carta posicionada à direita);
- Chegar (de visita ou para um evento);
- Avanço;
- Expansão;
- Mudança de situação;
- etc. 

Autoria: Odete Lopes 

Carta n. 25, O ANEL

Uma parte do texto da carta do Anel, traduzido do meu livro em lingua Portuguesa. Boa leitura meus amigos! Em breve nas livrarias!


O Anel simboliza a fidelidade numa união e tem como principais funções a legalização e o avivar das regras de uma sociedade ou causa. Esta união exige das partes envolvidas, respeito, trabalho, dedicação e lealdade tanto nas obrigações como na conduta adotada.
Geralmente esta carta representa deveres, respeito pelas leis e pela moralidade. Representa tudo aquilo que é justo e que deve ser exposto a luz do dia. Uma declaração, um contracto, um estado ou situação que finalmente se torna oficial.
O Anel indica uma ligação com compromisso para toda a vida. Este compromisso pode ser agradável ou asfixiante! Trata-se de uma carta que deve ser bem avaliada numa leitura! Certamente o primeiro impacto transmitido por ela é positivo, mas este símbolo carrega também o seu lado negativo consequência das promessas e compromissos assumidos e/ou aceites.
É uma carta rígida, inflexível que não dá espaço ao livre arbítrio de um individuo. Cria vínculos a condições, obrigações e regras limitadas. Obriga a agir dentro de uma total legalidade em qualquer contexto seja ele de ordem cultural, jurídico ou religioso. Pode ser um compromisso consigo mesmo visando garantir a ordem na própria vida. Por vezes a presença da carta O Anel (25) numa leitura, representa uma chamada de atenção ao Consulente mostrando-lhe a necessidade de reorganizar a própria vida seguindo uma conduta disciplinada sem esquecer os seus valores morais e sociais.
A carta O Anel (25) representa todo o tipo de contratos estipulados por escrito ou verbalmente: compra e venda (casa, carro, etc.), trabalho, crédito, inscrição num grupo ou num curso, namoro, noivado, casamento, etc.
É importante que, qualquer coisa que esteja a planear neste momento respeite as regras de execução. Ordem, disciplina e compromisso é o lema desta carta. Estas regras são importantes para prosperar.
Segundo a tradição, caso a carta O Anel (25) se encontre na vizinhança ou perto da carta do Consulente é importante observar se ela está posicionada à direita ou à esquerda.
- À direita, traz felicidade na relação e para quem esta só representa uma união com alguém em boa situação económica:
- À esquerda, representa querelas ou dissolução de uma união.
A minha experiência com a utilização da técnica perto/distante ou com qualquer outra técnica de leitura, tem-me mostrado que é aconselhável observar as cartas que circundam a carta tema objecto da leitura, no nosso caso O Anel (25); essa observação contribuirá para a obtenção de mais indicações sobre o tipo de relação que se esta a viver no momento.
A minha leitura pessoal da carta O Anel (25) utilizando a técnica perto/distante é a seguinte:
1.      Se o Anel estiver posicionado na linha do futuro e na vizinhança da carta do Consulente, anuncia que uma união está iminente (as cartas que a acompanham fornecerão informações e indicações acerca do tipo de união a que se refere).
2.      Se o Anel estiver posicionado na linha do futuro mas distante da carta do Consulente é possível que uma união venha a esfriar ou que uma união só seja possível num futuro distante. A Foice (10) + O Anel (25) assinala um divórcio ou uma rutura de acordo/contracto. Pode indicar também que o Consulente sofrerá um forte abalo, um choque. As cartas circundantes darão mais detalhes.
3.      O Anel posicionado em cima de uma das cartas do Consulente informa que ele está ansioso ou deseja ter um relacionamento sério. Mas se As Nuvens (6) acompanham a carta O Anel (25), significa que uma determinada união é um foco de preocupação para o Consulente.
4.      O Anel posicionado na linha do passado e na vizinhança da carta do Consulente, retrata um compromisso, uma união, uma obrigação que influência a situação atual. Uma situação que causa apego e dependência.
5.      O Anel posicionado na linha do passado mas distante da carta do Consulente, pode fazer referência a uma união passada (casamento, noivado, associação) que deixou uma marca indestrutível. Por exemplo, se a carta A Foice (10) acompanha a carta O Anel (25) assinala um divórcio ou uma separação passada.
Se a carta O Anel (25) se encontra posicionada ao lado da carta de um dos Consulentes as cartas que a circundam podem fazer referência a questões do companheiro(a).

Palavras-chave tradicionais:
União, casamento.

Palavras-chave modernas:
Relação oficial, unir, fusão, sociedade, sucursal, filiação, confirmar, compromisso, empenho, contrato, assinatura, mútuo, ligação, vincular, conexão, acordo, promessa, juramento, tratados, obrigações, deveres, responsabilidade, garantia, seriedade, voto, nomeação, regular, continuidade, repetição, mensalmente, renda, aluguer, estar conectado a algo, crónico, círculo, ciclo de repetição, ritual, cerimonia, rotina, dogma, proposta, ética, ordem, disciplina, objectivos bem precisos, preservação, documentos oficiais, tradicional, sobrenome, apelido, delegar.

Pessoa:
A carta O Anel (25) representa todas as pessoas com quem se tem uma ligação de qualquer género: marido/mulher, parceiro(a), socio(a), empregado(a), funcionário(a), colega, o devedor e o cobrador, o senhorio da casa, etc. Representa também um grupo de pessoas que fazem parte de uma associação, uma cooperativa, um clube, uma equipe, um clã, etc.
Aqui também identificamos pessoas com quem se tem uma ligação familiar adquirida pelo casamento ou união como por exemplo: cunhados, sogros, padrinhos e madrinhas.

O Anel (25) perto da carta do Consulente pode referir-se a uma pessoa casada ou comprometida com uma relação da qual não pode “liberar-se” porque tem obrigações a cumprir.

Combinações:
O Anel
O Homem
Estado civil do homem: comprometido, casado.
O marido/ parceiro da Consulente

A Mulher
O Anel
Estado civil desta mulher: comprometida, casada.
A mulher/parceira do Consulente.

Personalidade, carácter, atitude em relação à vida ou à situação investigada:
Personalidade integra, correta, responsável e que honra compromissos assumidos. Retrata alguém que sente a necessidade de obedecer às regras impostas e de respeitar a instituição a que pertence. Mas, é inflexível, moralista e rígido.

Setor sentimental/ afetivo:
Uma relação que é legalizada de forma tradicional: namoro, noivado, casamento.
Lealdade, fidelidade.

Algumas combinações:
O Anel
O Navio
Desejo de se afastar de uma relação.
Uma relação à distância.

O Navio
O Anel
Desejo de união, casamento.

O Anel
A Árvore
União estável mais entediante.
União de ou para longa data.

As Nuvens
O Anel
Pouca clareza na relação.
Aborrecimentos e problemas no casal.
Mal entendidos e desilusão no relacionamento.

O Anel
O Coração
Ligação afetuosa.
Relacionamento de amor.
Cumplicidade no casal.
Parceiro(a) que se entrega por completo.

O Anel
O Livro
União secreta, extra conjugal.
Um contrato ou acordo feito em segredo.
Sociedade secreta (seita religiosa, etc.).

O Anel
Os Lírios
Reconciliação.
Relação harmoniosa.

O Anel
Os Peixes
União, relação por interesse.

Setor profissional:
Posição profissional garantida. Ocupação.
Assinatura de um contracto de trabalho. Renovação de contracto. Proposta e oferta de trabalho.
Cláusula contratual.

O Anel (25) pode também referir-se a uma colaboração profissional que pode vir a ser produtiva. O Consulente está a trabalhar ou faz parte de um grupo numa equipe de trabalho.
Organização e disciplina são importantes para levar avante e com sucesso um determinado projeto!

Combinações:
O Anel
O Caixão
Rescisão de contratos.
Dissolução de um contrato.
Rutura com um parceiro de negócio.

O Anel
A Raposa
Acordo ou contracto que não é mantido.
Acordos ou associação com pessoas ou grupos criminosos.
Sociedade fictícia.

O Anel
O Parque
Contratar pessoal para trabalho.

Profissões possíveis:
Todos os trabalhos que se efectuam em grupo.

Setor financeiro:
Renda regular. Crédito. Pagamento a prestações, acerto de débitos.
O Anel também pode estar informar que o Consulente necessita de apoio económico para sobreviver. Não é suficientemente autónomo economicamente!
Se quiser investir, pedir crédito a carta O Anel (25) aconselha a seguir o caminho da legalidade procurando profissionais do ramo como por exemplo os bancários. Neste momento, não é aconselhável arriscar seguindo por vias pouco ortodoxas.

Combinação:
O Anel
Os Peixes
Boa situação económica.

Setor da saúde:
Patologias crónicas. Tendência a recaídas relativamente a uma doença ou a vícios. A monitorização contínua (regular) de uma doenca ou da saúde é necessaria.
Circulação. Período menstrual (com a carta da Lua).

Objetos:
Jóias, anel, pulseira, brincos, relógio, algema, armação dos óculos, objectos de forma redonda.
Objectos pertencentes ao companheiro(a), marido, mulher, socio ou a um grupo. 

Combinação:
O Anel
Os Peixes
Objectos de valor.
Anel com perola.
Locais:
Comunidade, clubes, sociedades, empresas,

Combinação:
O Anel
As Corujas
Companhia telefónica.

Tempo:
Prazo de validade, uma data comemorativa (com a carta do Buquê) ou que se repete.

Qual o papel desempenhado pela carta numa “leitura”?
A legalização de qualquer situação para assegurar as partes envolvidas. Um envolvimento efectivo: contrato, assinatura, pacto, juramento, ética, noivado, casamento; traz também obrigações e deveres a cumprir.

Autoria: Odete Lopes